14/07/2020
ProntoVet
Início Destaques Novo Quedas Futsal é líder geral da Bronze

Novo Quedas Futsal é líder geral da Bronze

Ato de racismo marca vitória quedense em Imbituva

Confirmando a boa fase e o favoritismo o Novo Quedas Futsal venceu na noite deste sábado, 22, a equipe de Ibituva (5 x 6) e assumiu provisoriamente a liderança isolada do seu Grupo (B) no Campeonato Paranaense de Futsal Série Bronze. A partida realizada no ginásio Diogo Emanuel Almeida foi eletrizante, disputada gol a gol. Quedas abriu o placar logo aos 3 minutos com Jean autor de dois gols e logo na sequência o time da casa empataria o confronto e assim se estendeu a partida com o time quedense tomando pressão, o goleiro Caíque fazendo grandes defesas, e Neizinho em noite inspirada (marcou 3 gols), fazendo o placar na etapa inicial ficar em 1 a 2.

No segundo tempo empurrado pela torcida a equipe da terra das malhas foi pra cima, porém, num contra-ataque quem marcou foi Quedas. A pressão aumentou Ibituva teve dois de seus principais jogadores expulsos e conseguiu com um jogador a menos “segurar” o jogo. No desespero para vencer ou ao menos empatar o jogo o técnico da casa colocou o goleiro linha, as coisas complicaram ainda mais quando Paulo Henrique fez mais um para time dos pinheirais. Depois disso a equipe de Daniel Pruêncio, conseguiu segurar a vitória, final 5 a 6.

O resultado colocou o time de Pruêncio na primeira colocação geral da competição, ou seja, a equipe de Quedas do Iguaçu tem a melhor campanha da Bronze no geral com 25 pontos, por Maringá do grupo A, ter sido derrotado pelo Pitanga. O Novo Quedas ainda pode ser alcançado por Renascença, porém, já garante uma das primeiras posições no geral da competição onde teoricamente enfrentará times de menor expressão.

A nota triste da noite foi os atos de racismo contra o goleiro Caíque (foto). Torcedores inconformados com a atuação do arqueiro agrediram verbalmente o jogador com palavras racistas.

A Comissão Técnica do Novo Quedas Futsal repudiou o comportamento com atos racistas daqueles torcedores que de forma alguma representam a bela cidade centenária de Imbituva, lamentando profundamente que atos desta natureza ainda existam dentro de praças esportivas.

Nós do Jornal Expoente do Iguaçu também lamentamos o ocorrido e achamos “prudente” por parte da Federação Paranaense de Futsal, apurar os fatos. Indiferente de resultado o torcedor pode até cobrar de seu time protestando de forma pacífica, porém nunca se deve utilizar de palavras preconceituosas para denegrir atletas. Eles (jogadores) são os responsáveis pelo espetáculo, afinal, colocam sua integridade física para o entretenimento da população. Força Caíque!

2 COMENTÁRIOS

  1. Caique é Pernambucano e não vai se abalar…Ele vem da terra de Gilberto Freire, Gervásio Pires, Padre Roma e Cruz Cabugá, Carlos de Lima Cavalcanti, Luiz Gonzaga, Virgulino Ferreira, Manoel Bandeira, Joaquim Cardozo…Berço do exército Brasileiro, terra das revolução libertárias da pátria. ..lugar de cabra macho…É dessa terra cheia de história e garra que vem Caíque…ele passar por uma cidade racista, de pessoas brancas mas com almas sujas, não vai contaminar a integridade e o caráter desse rapaz.

    Você é muito grande Caíque, e tem o bairro dos Coelhos ao seu lado para o que der e vier!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Most Popular

Fiscalização nas “atividades não essenciais” e a Lei da Fake News é discutida AL

Começou na sexta-feira, 10, a intensificação da fiscalização pela Vigilância Sanitária em todos os municípios  pertencentes a 10ª Regional de Saúde, determinada...

Doutor Benjamin Dequi está internado com Covid-19

O Médico e ex-vice-prefeito de Sapezal, Benjamin Dequi, pode ter sido contaminado pelo novo coronavirus. De acordo com...

PM “estoura” ponto de tráfico de drogas

A equipe da ROTAM em patrulhamento pela cidade de Três Barras do Paraná, por volta das 22h30, abordou três pessoas em frente...

Fechamento de atividades não essenciais causa revolta em comerciantes

Hoje um grande número de empresas tidas como “atividades econômicas não essenciais”, ficou de portas fechadas devido recomendação por parte do Ministério...

Recent Comments