ProntoVet

Emagrecimento saudável: 5 dicas para diminuir o consumo de açúcar

Além de dificultar a perda de peso, ingrediente prejudica a saúde bucal e intestinal

Publipronto728 - Jornal Expoente Do Iguaçu
publicidade

Uma pesquisa do projeto ConVid – Pesquisa de Comportamento, realizada pela Fundação Oswaldo Cruz, mostrou que os brasileiros passaram a consumir mais doces e açúcar durante o período de quarentena, com destaque para as mulheres. O aumento do consumo foi de 7% a mais em relação ao período anterior à pandemia, sendo que mais da metade dos entrevistados (63%) assumem consumir doces duas vezes ou mais por semana.

O alto consumo de açúcar acarreta uma série de malefícios para a saúde. A substância dificulta o processo de perda de peso e também afeta a saúde bucal e o funcionamento da flora intestinal. De acordo com o médico ortopedista David Gusmão, o açúcar é capaz de prejudicar até mesmo a saúde das articulações: 

“Este adoçante (açúcar) é capaz de aumentar a degeneração articular, agravando doenças que envolvem os tecidos cartilaginosos, como a artrose, por exemplo. Para se ter ideia da dimensão dos efeitos do açúcar na saúde, pacientes que sofrem de artrose relatam alívio dos sintomas da doença após excluir o açúcar da dieta”, explica o médico ortopedista David Gusmão.

A única forma de se livrar dos malefícios deste ingrediente, é através da reeducação alimentar. Confira 5 dicas para diminuir o consumo de açúcar e obter uma dieta mais saudável: 

Image Editor Output Image1283367225 1642448368350 - Jornal Expoente Do Iguaçu
publicidade

1. Leia os rótulos

A nutricionista Monik Cabral explica que nem tudo coincide com o que parece na embalagem: “é essencial ler o rótulo dos alimentos, porque muitos produtos que parecem saudáveis, na verdade são repletos de açúcares e conservantes. Como exemplo, podemos citar as barrinhas de cereais, granolas industrializadas, biscoitos e até mesmo geléias, que parecem naturais mas na verdade são muito calóricos e artificiais”, pontua. 

2. Atenção ao xarope de milho

Agora que você já sabe a importância de ler o rótulo, atente-se aos adoçantes utilizados pela indústria alimentícia: “o xarope de milho é adoçante artificial altamente calórico e associado com uma série de doenças renais e cardiovasculares. O aditivo chega a ser 1,5 mais doce que a sacarose”, contextualiza a nutricionista Monik Cabral. 

O xarope de milho está presente em refrigerantes, balas industrializadas e biscoitos. Esse adoçante repleto de calorias também pode ser encontrado pelos seguintes nomes: xarope de alta frutose, xarope de glicose e corn syrup. O adoçante não possui nenhuma propriedade nutricional – sendo ainda mais maléfico que o açúcar. Seu único benefício é adoçar.

3. Repense sua relação com açúcar

Entenda como o ingrediente age no seu corpo e porque todos nós somos propensos a gostar de doces: “quando você come açúcar, são liberados neurotransmissores associados ao prazer”, aponta a Coach de Emagrecimento Fernanda D’avila. “Portanto o cérebro direciona a pessoa a comer doces, pois o consumo destas substâncias está associado a sensação de bem estar e prazer instantâneo”, afirma. 

Entretanto, este prazer é meramente momentâneo: “dura somente alguns minutos (ou segundos) e aí a pessoa sente a necessidade de comer sempre mais e mais para sentir essa sensação novamente. Todavia, a longo prazo, o custo é prejudicar a saúde como um todo e dificultar o processo de emagrecimento saudável e definitivo “, explica Fernanda D’avila.

Acucar 2 - Jornal Expoente Do Iguaçu

4. Aproveite o dulçor natural

As frutas maduras são mais doces, assim como as frutas secas, tais como tâmaras e passas. Ao preparar sobremesas em casa, aposte nas passas, bananas maduras por exemplo, para adoçar seu bolo. Assim você não terá a necessidade de usar adoçantes. Fica gostoso e seu paladar começa mudar. “Nutricionista Monik Cabral”

É fundamental considerar a questão comportamental em relação ao açúcar: “é preciso reeducar o paladar para consumir alimentos in natura e deixar de associá-los com a falta de sabor ou como alimentos sem graça. O fator mental influencia diretamente no processo de reeducação alimentar e de perda de peso”, alerta a Coach de Emagrecimento Fernanda D’avila

5. Não corte tudo de uma vez

“É importante ter uma mudança de comportamento gradual e profunda, pois dificilmente atitudes radicais irão te ajudar”, pontua Fernanda D’avila. “Não se trata de cortar o açúcar da noite para o dia, mas sim começar a pensar em substituições saudáveis e nutritivas para recompensar o cérebro de outra maneira”, explica a Coach de Emagrecimento. 

Fernanda D’avila dá dicas de como controlar o consumo de açúcar: “adoto um sistema de recompensa semanal com as alunas do meu Método de Emagrecimento Rápido. Juntamente com a minha equipe multidisciplinar de profissionais, nós constatamos que programar recompensas semanais faz com que a pessoa não sinta tanta falta de um doce, evitando assim a compulsão alimentar”, sinaliza. 

O indicado é sempre procurar um nutricionista para obter um planejamento alimentar: “reeducar o prato e a mente é o que irá te fazer emagrecer definitivamente. 

Acucar 3 - Jornal Expoente Do Iguaçu

Adotando novos hábitos e se livrando de dietas restritivas sem resultados”, diz Fernanda D’avila.

Sicoob Novo - Jornal Expoente Do Iguaçu
publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Gif Geral Jp - Jornal Expoente Do Iguaçu

Últimas Notícias

Carro roubado em Quedas do Iguaçu é utilizado em assalto de relojoaria

Um veículo Gol furtado nesta semana em Quedas do Iguaçu (centro sul Paranaense) foi utilizado num assalto...

Quedas do Iguaçu: Violência assombra população

A população de Quedas do Iguaçu (centro sul paranaense) vive num clima de incertezas com relação a...

Feira Livre no Centro Cultural contará com música ao vivo

Músicos da cidade irão alegrar o clima da feira que contará com 45 expositores

Comentários Recentes