ProntoVet

Polícia Civil mira cartorários e ex-cartorários suspeitos de fraudes

PCPR mira cartorário e ex-cartorários suspeitos de fraudes que podem ter causado prejuízos superiores a R$ 30 milhões.

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) está nas ruas, desde as primeiras horas desta terça-feira (13), para apurar fraudes em cartórios cometidas por organização criminosa que agiu nos Cartórios dos Serviços Distritais de Lindoeste e Santa Tereza do Oeste. Estima-se que o prejuízo às vítimas seja superior a R$ 30 milhões. O objetivo da ação é o cumprimento de oito mandados de busca e apreensão, em Cascavel, no Oeste do Estado.

O inquérito policial foi instaurado em junho de 2020, após requisição da 7ª Promotoria de Justiça de Cascavel, visando apurar crimes de falsificação de documento púbico, falsidade ideológica e outros relacionados.

Um dos alvos seria ex-funcionário do Serviço Distrital de Lindoeste que foi afastado do cartório por decisão judicial. Os outros envolvidos seriam empresários da região e o titular do cartório.

publicidade
publicidade

Durante as investigações, a PCPR também apurou que o cartório do município de Lindoeste teria sido vendido irregularmente pelo titular aos investigados por R$ 200 mil mais o valor de R$ 15 mil mensais, pagos de forma vitalícia enquanto ele permanecesse como titular do local. Essa é a segunda fase da operação, que teve a primeira ação deflagrada em outubro de 2020. Na ocasião cinco suspeitos foram presos, além da apreensão de carros, computadores, documentos e celulares.

Imagens divulgadas pela Polícia Civil

GOLPES- A prática consistia em transferências fraudulentas de veículos e imóveis, lavagem de dinheiro, bem como, certidões de óbito e nascimentos falsas para extinguir a punibilidade de criminosos em processos criminais, bem como, para criar RGS falsos. A PCPR ainda apurou que esses documentos eram utilizados para aplicação de golpes no Paraná e em outros estados do país.

Os indivíduos ostentavam um padrão de vida não condizente com o trabalho que realizavam nos serviços distritais, com posse de veículos de alto padrão e moradia em um dos condomínios caros.

As investigações continuam com a análise do material apreendido, que pode revelar novos detalhes dos crimes, bem como outros envolvidos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Últimas Notícias

Sicredi registra emissão de 6 milhões de cartões

No mês de junho, o Sicredi, instituição financeira cooperativa com presença em 24 estados e no Distrito Federal, chegou à marca de...

Covid-19: boletim epidemiológico Quedas do Iguaçu (30/07/2021) traz mais um obito

A vacinação continua e o número de casos do novo coronavírus, parece diminuir a cada dia, porém, não estamos livre da Pandemia...

Presidente do TJ-PR prega “gestão colaborativa sociedade igualitária e justa” ao inspecionar terreno do novo Fórum

O Presidente do TJPR, Desembargador José Laurindo de Souza Netto, visitou na tarde desta quarta-feira, 28, o terreno onde será construído...

Comentários Recentes