ProntoVet

Brigada Comunitária diz não ter respaldo legal para fazer a distribuição de cargas de água

Devido à estiagem, as comunidades do interior tem passado por período de falta de água e os Bombeiro Comunitário vem recebendo solicitações para abastecer localidades.

O comandante do Corpo de Bombeiros, 3º Comando Regional, 1º SGB/4º Grupamento de Cascavel, Capitão André Luiz Saldanha Ekermann, divulgou nota a imprensa na tarde de terça-feira, 8, para informar a população de Quedas do Iguaçu (centro-sul paranaense) que o Posto da Brigada Comunitária (PBC) “não tem respaldo legal para fazer a distribuição de cargas de água para estas que tem solicitado”.

publicidade
Escassez de água no interior pioneiro e principalmente no Assentamento Celso Furtado tem sido registrada nos últimos meses

“Primeiramente, gostaríamos de esclarecer que a água que está no tanque do
caminhão da Brigada Comunitária não é para consumo humano, nem tampouco, para consumo animal, visto que ela não recebe nenhum tipo de tratamento e que por vezes o caminhão é abastecido em açudes ou alagados, podem estar contaminada pelo tempo de permanência no tanque do caminhão ou por não haver nenhum tipo de testagem antes de ser abastecido”
.

publicidade

A nota endereçada ao Supervisor do PBC de Quedas do Iguaçu, Antônio A. B. Falkemback, ainda informa que “Esta água para consumo deve ser solicitada junto à Prefeitura Municipal visto que a mesma já declarou situação de emergência e o Estado do Paraná já reconheceu tal decreto”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Últimas Notícias

Comentários Recentes