ProntoVet

Delegados confirmam que sequestradores de Tamires pediram 2 milhões de reais

“O crime foi bem organizado, jamais poderia dizer que foi um ato de amador” declarou o delegado.

Em entrevista coletiva na manhã desta quinta-feira, 22, delegados da Policia Civil do Rio Grande do Sul falaram sobre a logística usada pela quadrilha que sequestrou a médica Tamires Silva.

Após o sequestro em Erechim Tamires foi levada para o município de Ita depois a Chapecó e na segunda-feira, 19, a cidade de Cantagalo onde foi mantida no cativeiro em casa alugada pelos sequestradores.

A polícia confirmou três contatos com a família neles a médica sempre afirmou estar sendo bem tratada com água e comida e sem ser molestada.

Os delegados João Paulo e Nadine Anflor (foto) deram coletiva nesta manhã de quinta-feira, 22, e disseram ser esta “a extorsão mediante sequestro mais longa que Eles conduziram e o foco principal foi salvar a vida da vítima”. Eles também confirmaram o pedido de resgate no valor de dois milhões de reais, sendo que o primeiro contato foi feito ainda no primeiro dia do sequestro, ou seja, na sexta-feira, 16, e foi feito diretamente ao pai Berto Silva que inclusive falou com sua filha ao telefone.

“O crime foi bem organizado, jamais poderia dizer que foi um ato de amador” declarou o delegado.  

Três supostos sequestradores foram presos na noite desta quarta-feira, 21, durante o resgate da médica e outro deverá ser nas próximas horas relatou os policiais. Um vigilante de agência bancária de nome Vilson R. K.. Wile H. e a mulher Cirene dos S. M. que receberia segundo informou os delegados  a quantia de 5 mil reais para cuidar da sequestrada.

Local do cativeiro na cidade de Cantagalo

 

A reportagem do Jornal Expoente do Iguaçu teve acesso a informação do pedido de resgate, porém, a pedido da família retiramos a matéria para não interferir nas investigações.

CONFIRA A ENTREVISTA COLETIVA COMPLETA NO LINK ABAIXO:

publicidade

- Advertisment -

Últimas Notícias

Homem condenado por latrocínio em Quedas do Iguaçu é preso em Iporã

A equipe da Polícia Civil da 15ª Delegacia Regional de Polícia de Iporã prendeu nesta tarde um homem de 44 anos, condenado...

Feirão do Imposto mostra como pagamos altas taxas tributárias

Está acontecendo em Quedas do Iguaçu (centro-sul paranaense) até dia 22 de maio, o Feirão do Imposto.Desenvolvido...

“Faça bonito, quem fica calado também é culpado” Ação lembra o Abuso Sexual de crianças e adolescentes

O Dia Nacional de Combate ao Abuso Sexual de Crianças e Adolescentes foi lembrado em Quedas do Iguaçu (centro-sul paranaense) numa ação...

Comentários Recentes