ProntoVet

Descubra quais são as doenças comuns no verão e como se prevenir

Nosso site ajuda você se informar sobre quais são as enfermidades mais comuns nesse período e o que fazer em cada caso

No dia 22 de dezembro, a estação mais quente do ano chegou ao país. O verão é conhecido por ser um período de festas, férias, sol e mar. Porém, muitas doenças costumam surgir durante essa época, e alguns cuidados são necessários para evitá-las. Para quem quer aproveitar ao máximo essa estação da melhor forma possível, o biomédico do Laboratório Rocha LimaRafael Padovani, explica quais são as doenças mais comuns no verão e o que fazer em cada caso:

– Dengue

Nesse período, as chuvas são frequentes, e consequentemente, locais com água parada acabam sendo vistos com mais facilidade. São nesses locais que o Aedes aegypti se multiplica, o mosquito responsável por transmitir o vírus através de sua picada. Entre os sintomas que são causados pela dengue estão dores, manchas pelo corpo e febre alta. É importante sempre verificar telhas, garrafas, vasos e caixa d’água, além de colocar telas na janela e repelente. Existem vacinas contra ela, porém, ela não deve ser tomada por quem nunca teve o vírus.

– Otite

Seja na praia ou na piscina, um mergulho no verão é obrigatório para quem quer se refrescar. Porém, ficar muito tempo submerso pode resultar em acúmulo de água no canal auditivo. O resultado são dores fortes e incômodas, então o ideal é não exagerar ou se já estiver sentido alguma dor, não mergulhar.

– Conjuntivite

A qualidade da água do mar depende muito da região e dos hábitos de seus frequentadores, e como nesse período costuma ser de alta temporada, o cuidado precisa ser redobrado para evitar que ela entre em contato com os olhos, pois eles podem ser contaminados e resultar em uma conjuntivite bacteriana. O resultado são olhos vermelhos, inchados e secreção logo ao acordar, então é importante ficar atento e não compartilhar toalha, coçar os olhos ou ficar em contato direto com pessoas que já estão com a doença.

– Insolação

É durante o verão que o sol fica mais intenso e muitos aproveitam para renovar o bronzeado, mas a exposição excessiva pode resultar na insolação, que causa febre, tontura, fraqueza e queimaduras. O horário ideal para tomar sol é antes das 10 da manhã, e sempre com um protetor solar com um fator maior de 30 fps.

– Desidratação

Um hábito que deve ser levado em consideração o ano todo é o de tomar bastante água. No verão, com o aumento da transpiração, o consumo de frutas e líquidos é obrigatório para evitar ficar desidratado. Mal-estar, ressecamento das mucosas e até mesmo ficar bastante tempo sem urinar são alguns dos sintomas da desidratação. O ideal é buscar uma alimentação leve e ficar na sombra sempre que o sol estiver muito forte.

– Hepatite A

As águas de praias poluídas podem propagar a Hepatite A, que afeta o fígado, causando sintomas semelhantes aos da gripe e icterícia, além de náuseas, vômitos e pele e olhos avermelhados. A doença pode ser prevenida através de vacina.

Sobre o Rocha Lima

O Rocha Lima, fundado em São Caetano em 1947, foi o primeiro laboratório do ABC e, posteriormente, a primeira clínica de vacinação da região. Com a filosofia de que o laboratório é a extensão do atendimento médico, o Rocha Lima, há mais de 70 anos, desempenha um trabalho responsável com respeito às pessoas e que inspira confiança a médicos e pacientes.

Apoiar a comunidade médica e contribuir para um tratamento eficaz ao paciente é nosso maior objetivo.

Mais informações: www.rochalima.com.br

- Advertisment -

Últimas Notícias

Tribunais devem adotar videoconferência para audiências e atos

O uso de ferramentas de videoconferência para atender os cidadãos durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19) trouxe resultados positivos na produtividade...

Morre o ex professor do C.E.P.S. Raulino Melo de Souza

A educação de Quedas do Iguaçu (centro sul paranaense) perdeu na tarde desta quarta-feira, 23, uma das figuras mais emblemáticas de sua...

Comentários Recentes