ProntoVet

Operação KGB desmantela associações criminosas em Dois Vizinhos

POLÍCIA DEFLAGRA A “OPERAÇÃO KGB” VISANDO DESMANTELAR ASSOCIAÇÕES CRIMINOSAS VOLTADAS PARA O TRÁFICO DE DROGAS EM DOIS VIZINHOSA Polícia Civil do Paraná (PCPR) por meio da 60ª Delegacia Regional de Dois Vizinhos, e a Polícia Militar do Paraná (PMPR), por meio da 2ª Companhia do 21º Batalhão, com sede também Dois Vizinhos, deflagraram na manhã de terça-feira (19), a operação “KGB”.As investigações visam desarticular dois grupos criminosos suspeitos de atuarem no tráfico de drogas em Dois Vizinhos e em cidades próximas. Elas já transcorrem a mais de seis meses, com a coleta de fartas evidências de provas, e nela foram aplicadas diversas técnicas de investigações e ações controladas, devidamente referendadas pelo Ministério Público e autorizadas pelo Poder Judiciário da Comarca de Dois Vizinhos.Um dos grupos investigados, é suspeito de atuar em vários municípios da região sudoeste, em especial, nas cidades de Dois Vizinhos e Francisco Beltrão, e grande parte dos integrantes desta associação já estão presos, e mesmo assim continuavam a comandar e financiar o tráfico de drogas de dentro da prisão.
De acordo com as investigações, o líder deste grupo criminoso agia de dentro de sistema prisional do Estado. Ele recrutava outros masculinos para revender drogas e cometer furtos de automóveis e motocicletas, os quais eram trocados por entorpecentes em cidades paraguaias e próximas à fronteira.
As drogas mais comercializadas por este grupo eram a maconha e a cocaína, chegando estes a movimentar cerca de 1kg de cocaína por mês durante as investigações.Em Dois Vizinhos, o tráfico neste grupo segundo as investigações realizadas, era gerenciado e realizado por dois irmãos gêmeos.O outro grupo investigado, é também responsável pela comercialização de drogas, em especial, de cocaína em Dois Vizinhos, atuando estes nas vendas em “varejo” da droga, vendendo a mesma diretamente aos usuários.A operação conta com policiais das Delegacias das Subdivisões da Polícia Civil de Francisco Beltrão, Delegacia de Catanduvas, Rádio Patrulha, Patrulha Rural, além das unidades especializadas da Polícia Militar, como a ROTAM e ROCAM do 21º BPM de Francisco Beltrão, da Divisão de Narcóticos da Polícia Civil através dos Núcleos de Pato Branco – DENARC, e policiais militares do 3°Batalhão de Pato Branco, e da 2 Companhia de Quedas do Iguaçu.Estão sendo cumpridos ao todo, 27 (vinte e sete) mandados judiciais, 15 (quinze) mandados de busca e apreensão e 12(doze) mandados de prisão.Os trabalhos acontecem simultaneamente em Dois Vizinhos, Francisco Beltrão, Pato Branco, no Sudoeste, e em Ibema, no Oeste do Estado.A operação foi denominada “KGB”, tendo em vista o apelido do alvo principal da operação, o qual se denomina pelo apelido de “Russo”.Mais informações serão repassadas às 10h, através de nova release.
- Advertisment -

Últimas Notícias

Tribunais devem adotar videoconferência para audiências e atos

O uso de ferramentas de videoconferência para atender os cidadãos durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19) trouxe resultados positivos na produtividade...

Morre o ex professor do C.E.P.S. Raulino Melo de Souza

A educação de Quedas do Iguaçu (centro sul paranaense) perdeu na tarde desta quarta-feira, 23, uma das figuras mais emblemáticas de sua...

Comentários Recentes