Câmara vota pela cassação do mandato de Marlene Revers

0
43
A continuidade da Sessão Extraordinária Câmara de Vereadores iniciada em 3 de outubro, finalmente aconteceu na manhã desta quarta feira, 30. A mesma já havia sido reiniciada no dia 23, porém, nem todos os vereadores haviam sido notificados. Com dificuldades nisso o presidente Eleandro Silva designou o jurídico da casa para que houvesse uma notificação por edital, para a realização da Sessão mesmo sem a presença ou notificação de alguns vereadores. Mas novamente pode haver discordâncias tendo em vista que a primeira sessão foi interrompida com quórum legal (número suficiente de Vereadores) para votação e na de hoje apenas Olair Simione tudo como da situação compareceu. Não havendo a participação dos outros três Marisete Piasseski, que assumiria apenas para votar no lugar de Rodolfo Revers e Carlos Alexandre (Santa Fé). A vereadora Neusa Jacuboswski, que havia passado mau na primeira parte da sessão participou e votou a favor da cassação, contrariando o que havia falado na inauguração da reforma Duma escola no Bairro São Cristóvão.
Neusa votou pela cassação da prefeita Marlene.