Orlando Muffato é reeleito membro do Conselho Fiscal do Sicredi durante Fórum Nacional de Presidentes

Novos conselheiros foram anunciados durante a assembleia geral da SicrediPar e da Sicredi Fundos Garantidores

0
2727

Na manhã da quinta-feira, 21 de março, segundo dia do Fórum Nacional de Presidentes do Sicredi, realizado em Porto Alegre, aconteceu a Assembleia Geral da Sicredi Participações S/A (SicrediPar) e da Sicredi Fundos Garantidores (SFG). No encontro, foi realizada a eleição da nova composição do Conselho Fiscal da SicrediPar e da SFG, além da apresentação das demonstrações financeiras da instituição financeira cooperativa e o lançamento do Relatório de Sustentabilidade 2018 do Sicredi.

Com aprovação unânime dos presidentes das 114 cooperativas que compõem o Sicredi, foram eleitos os novos conselheiros fiscais Emerson Luis Perosa, presidente da Cooperativa Sicredi Pantanal MS; João Bezerra Junior, presidente da Cooperativa Sicredi Evolução; Juares Antonio Cividini, presidente da Cooperativa Sicredi Univales MT/RO; Orlando Muffato, presidente da Cooperativa Sicredi Grandes Lagos PR/SP; e Marcos André Balbinot, presidente da Cooperativa Sicredi Serrana RS, além dos cinco suplentes.

Também foi realizada uma homenagem em agradecimento à atuação da antiga composição do Conselho Fiscal, que recebeu uma placa entregue pelo CEO e presidente do Conselho Mundial das Cooperativas de Crédito (Woccu, na sigla em inglês), Brian Branch, e da CEO do Rabo Partnerships, Marianne Schoemaker. Após a eleição do Conselho Fiscal, ocorreu a apresentação do primeiro conselheiro independente do SicrediPar e do Banco Cooperativo Sicredi, Walter Shinomata, que passou a exercer a função no segundo semestre de 2018.

Em seguida, no lançamento do Relatório de Sustentabilidade 2018 do Sicredi, o presidente da SicrediPar, da Central Sicredi PR/SP/RJ e conselheiro do Woccu, Manfred Alfonso Dasenbrock, destacou a importância dos indicadores presentes na publicação. “Quando olhamos para números como o do Programa Crescer, que teve participação de mais de 39 mil associados no ano passado, o que enxergamos é uma quantidade muito relevante de pessoas que recebeu educação sobre cooperativismo e pode replicar esse conhecimento”, destacou.

A assembleia teve seguimento com a apresentação detalhada aos presidentes das Demonstrações Financeiras do exercício de 2018 da SicrediPar e da SFG, com destaque para o saldo disponível no Fundo de R$ 253 milhões, aumento de 5% no ano. “O SFG, somado ao Fundo Garantidor das Cooperativas de Crédito (FGCoop), nos dá a tranquilidade para a continuidade da nossa expansão”, considerou Dasenbrock. Ambas as demonstrações financeiras foram aprovadas por unanimidade pelos dirigentes, além de receber parecer favorável da auditoria independente efetuada pela Ernst Young.

Também ocorreu um ato para celebrar a assinatura do acordo de cooperação entre Sicredi e Federação de Cooperativas de Poupança e Crédito do Nepal, a Nepal Federation of Savings and Credit Cooperative Unions (NEFSCUN), intermediado pelo Woccu. A parceria visa o apoio do Sicredi à NEFSCUN por meio da troca de informações e compartilhamento de práticas e conhecimentos. Assinaram o termo Brian Branch e os dirigentes do Sicredi, Manfred Dasenbrock e João Tavares, este último presidente executivo do Banco Cooperativo Sicredi.

Tavares ressaltou a importância manter a essência do cooperativismo como elemento chave para o sucesso. “Nosso êxito vem do fato de colocarmos o propósito acima do produto, e isso só é possível pela presença efetiva das cooperativas filiadas ao Sicredi junto às comunidades”, enfatizou.