ProntoVet

PCPR desenvolve campanha contra o feminicídio

A Policia Civil, através da 15ª SDP e Delegacia da Mulher, desenvolveram, e colocaram em prática, Campanha de Combate a Violência Contra a Mulher, com ênfase nos feminicídios, que vem sendo desenvolvida com palestras em segmentos da sociedade civil organizada, tendo como ponto alto a parceria com o CCR – Cascavel Clube Recreativo, durante o jogo de futebol realizado na noite de quarta-feira, 20, no Estádio Olímpico de Cascavel, com a entrada dos jogadores, às 19h30min, portando faixa alusiva ao tema com o slogan “FEMINICIDIO. NÃO ENTRE NESSE JOGO”.

Buscando a conscientização social e objetivando orientar a população na compreensão e prevenção à este tipo de delito, as ações contaram com apoio de policiais civis e voluntários que distribuirão folder educativo, com mensagens motivacionais orientando que “mulher não é propriedade” e à denúncia da violência.

Estamos em março de 2019, período de homenagens às mulheres, as comemorações do 08 de março, Dia Internacional da Mulher, certamente merecedoras pelas conquistas sociais, profissionais e políticas, mas ainda constatamos suas dificuldades vividas no seio da sociedade, onde a ausência do respeito tem levado à práticas violentas no âmbito doméstico e social.

Os efeitos da violência contra a mulher têm produzido vitimas além da mulher, atingindo as relações de família e sociais, gerando um custo moral e social que repercute nas gerações seguintes, o que pode resultar em mais violência.

Os casos de violência no âmbito doméstico e social colocam a mulher em nível de fragilidade, e não bastam leis de proteção, é necessária a conscientização da sociedade para darmos um basta a isto.

A violência praticada por sua condição de mulher envolve crimes contra a honra, contra a integridade física, que resulta em muitos casos em crimes contra a vida.

Feminicídios tem sido a tônica de muitas manchetes na imprensa mundial, nacional e local, demonstrando que este tipo delituoso não tem fronteiras, classe social, ou “discriminação” de qualquer natureza, atinge a todas as mulheres nos quatro cantos do mundo.

Esta prática criminosa tem sido desencadeada no convívio da mulher, dentro de casa, no trabalho ou lazer, e tem sido caracterizada pelo sentimento de posse, a mulher como propriedade, agregado a isso o ciúme.

Este contexto motivou o desenvolvimento da campanha combatendo a violência contra a mulher, com ênfase nos feminicídio.

- Advertisment -

Últimas Notícias

Vítima fatal em acidente entre caminhão bitrem e automóvel na PR 473

Mais uma tragédia, outro acidente com vítima fatal foi registrado na PR 473 a pouco mais de...

Espigão Alto do Iguaçu: Polícia identifica menores suspeitos de atos de vandalismo e ameaças de ataques a escolas

Dois menores de idade (14 e 17 anos) foram identificados e detidos pela Polícia Civil de Quedas...

Empresários e representantes da prefeitura debateram sobre as mudanças no trânsito quedense

Representantes do poder público  municipal  participaram de  uma reunião com  empresários no Auditório da Associação Comercial Empresarial (Aciqi) de Quedas do Iguaçu...

Comentários Recentes