ProntoVet

OSB é citado como exemplo de cidadania na Campanha da Fraternidade 2019

O Observatório Social do Brasil foi citado no texto-base da Campanha da Fraternidade 2019, que convida a sociedade para refletir sobre políticas públicas.

Presente em mais de 140 cidades, de 16 estados, representa mais de 30 milhões de brasileiros, ou seja, 15% da população. Somente entre 2013 e 2018, os Observadores Sociais do Brasil impediram o desperdício de mais de R$ 3,5 bilhões aos cofres públicos.

A organização foi criada pela sociedade civil e tem por objetivo promover a cidadania fiscal e trabalhar pela transparência na gestão dos recursos de prefeituras e câmaras municipais. Ano passado, em Santa Catarina, foi criado a primeira unidade estadual, que atuará monitorando os gastos do Governo de Estado e da Assembleia Legislativa. Nos próximos anos esta rede cidadã pretende chegar aos 5.570 municípios do País.

A prevenção e o combate à corrupção, por meio de ações de cidadania, é um fenômeno crescente no Brasil. Um exemplo é o trabalho diário de parte dos mais de 3.500 voluntários dos observatórios, que acompanham inúmeras licitações e pregões (eletrônicos e presenciais) de compras de órgãos públicos. É a garantia de que os moradores receberão o retorno de seus impostos!Constituído como associação e congregado em rede, o observatório social não recebe dinheiro de órgãos públicos, e é mantido pelos próprios colaboradores voluntários e por organizações empresariais e profissionais da cidade.

 Campanha da Fraternidade  é desenvolvida pela Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que propõe que a Igreja Católica reflita sobre algum assunto durante a Quaresma, período que compreende os 40 dias antes da Páscoa.  Cada ano é escolhido um tema, que define a realidade concreta a ser transformada, e um lema, que explicita em que direção se busca esta transformação. Em 2019 o tema é “Fraternidade e Políticas Públicas” e o lema “Serás libertado pelo direito e pela Justiça”.

Como forma de despertar a consciência e incentivar a participação de todo cidadão na construção de Políticas Públicas em âmbito nacional, estadual e municipal, a Comissão Nacional da campanha preparou o texto-base, que contou com a participação e contribuição de vários especialistas e pesquisadores, bem como com a consulta a lideranças de movimentos e entidades sociais.

Em mensagem do Papa Francisco ao povo brasileiro, sobre a campanha, ele disse: “Muito embora aquilo que se entende por política pública seja primordialmente uma responsabilidade do Estado cuja finalidade é garantir o bem comum dos cidadãos, todas as pessoas e instituições devem se sentir protagonistas das iniciativas e ações que promovam o tema. Os cristãos devem buscar uma participação mais ativa na sociedade como forma concreta de amor ao próximo, que permita a construção de uma cultura fraterna baseada no direito e na justiça”. 

Dividido no método ver, julgar e agir, o subsídio aponta uma série de iniciativas que ajudarão a colocar em prática as propostas incentivadas pela Campanha. Como exemplo dessas ações, o texto-base além de contextualizar o que é o poder público, os tipos de poder e os condicionantes nas políticas públicas, fala sobre o papel dos atores sociais nas Políticas Públicas.  A participação da sociedade no controle social das Políticas Públicas é outro tema de destaque no texto-base. Um desses casos reais, citado como exemplo de cidadania, é o Observatório Social do Brasil.

Para o teólogo João Santiago, Coordenador da CF-2019 na Arquidiocese de Curitiba, o OSB é um exemplo a ser conhecido, divulgado e seguido, dentro do conceito amplo de Política Pública. “É um exemplo de Participação, de Cidadania e de Bem-Comum, as três Palavras Geradoras da Campanha da Fraternidade 2019. Trata-se de uma escola de Educação Fiscal; da ponte que liga a indignação à atitude; um laboratório de construção de indicadores da Gestão Pública, algo ainda tão escasso em nosso país”, comentou.

Segundo ele, o OSB é pioneiro na metodologia de controle da legalidade das Políticas Públicas. “Constitui-se em um marco histórico na inovação social, no Brasil e inclusive em outros países. É apartidário, não confessional e nos apresenta um novo paradigma de Controle Social e lugar fértil para todas as Pessoas de Boa Vontade”, finalizou.

Para o Presidente do Sistema OSB, Ney da Nóbrega Ribas, estar na Campanha da Fraternidade demonstra que o Observatório Social do Brasil conquistou resultados efetivos por meio da metodologia e trabalho dos seus mais de 3.500 voluntários. “O OSB tornou-se a maior instituição de controle social do País, como um instrumento da sociedade que clama por justiça social, num espaço democrático, onde todos os cidadãos podem exercer sua cidadania e transformar a sua indignação em atitude”, opina.

Para Roni Enara, Diretora Executiva do OSB, que ganhou o Prêmio Veja-se 2018, na categoria Políticas Públicas, o trabalho do Sistema OSB se enquadra perfeitamente ao tema da campanha. “Todo o recurso público é oriundo dos impostos pagos pelos cidadãos e devem ser revertidos em benefício de toda a população, mediante planejamento das políticas públicas, que são obrigação do governo. Como o Sistema OSB atua monitorando a aplicação dos recursos, influencia diretamente na qualidade das Políticas Públicas, propondo aos gestores públicos ferramentas de transparência, controle e gestão”, afirma.

Segundo Ney Ribas, integrar a campanha mostra que agindo de forma propositiva junto aos Gestores Públicos, contribui e evita desperdícios e desvios dos recursos dos impostos e promove a melhoria das Políticas Públicas. “O mais importante, isso confirma que é pelo testemunho de participação que transformaremos o Brasil numa Área Livre de Corrupção! Por isso convidamos todos a participarem do que chamamos Pacto pelo Brasil”, conclui.

- Advertisment -

Últimas Notícias

Vítima fatal em acidente entre caminhão bitrem e automóvel na PR 473

Mais uma tragédia, outro acidente com vítima fatal foi registrado na PR 473 a pouco mais de...

Espigão Alto do Iguaçu: Polícia identifica menores suspeitos de atos de vandalismo e ameaças de ataques a escolas

Dois menores de idade (14 e 17 anos) foram identificados e detidos pela Polícia Civil de Quedas...

Empresários e representantes da prefeitura debateram sobre as mudanças no trânsito quedense

Representantes do poder público  municipal  participaram de  uma reunião com  empresários no Auditório da Associação Comercial Empresarial (Aciqi) de Quedas do Iguaçu...

Comentários Recentes