Futebol quedense é objeto de pesquisa de historiador

Das equipes de Quedas, ele possui estudos e informações completas da equipe da Fundação Giacomar.

0
11866
Historiador em formação Rodrigo Oliveira contará um pouco da história do futebol de Quedas do Iguaçu.

Não há dúvidas quanto à paixão que move o futebol brasileiro. Atividade esportiva que chegou ao Brasil no final do século XIX e arrasta multidões para estádios, movimenta a economia com a venda de artigos esportivos, camisetas, jogos eletrônicos, revistas, jornais e jogos na TV. Um fenômeno cultural, esportivo e também político. Todos os dias pessoas são arrebatadas por esta paixão, que muda vidas. Esta paixão também arrebatou o Historiador em formação Rodrigo Oliveira, 36. “Sou apaixonado por futebol desde meus 10 anos de idade; comecei com o futebol de botão, passou para as revistas e livros, até chegar ao campo acadêmico”, relata.

Rodrigo está terminando o curso de História pela Universidade Estadual de Londrina e o futebol é o assunto de seu trabalho de conclusão de curso, além de diversos artigos de pesquisas publicados em universidades brasileiras. “Quando entrei na faculdade já tinha o objetivo de pesquisar futebol; durante o curso decidi pesquisar o futebol de Londrina entre 1934 e 1956”, explica. Mas ele não se restringe apenas ao futebol londrinense. A aproximadamente 10 anos desenvolve uma pesquisa que visa registrar todas as equipes de
futebol do Estado do Paraná. Desde então, cataloga todas as equipes de futebol de todos os municípios do Estado. “A princípio a intenção era pesquisar somente as equipes que jogaram o campeonato paranaense desde a primeira edição em 1915, mas durante a pesquisa comecei a ter contato com muitas equipes amadoras e então decidi pesquisar todas as equipes do Paraná”. Hoje o historiador possui um banco de dados com mais de 3.500 times de todos os 399 municípios do Estado, porém, explica que faltam muitos dados e por isso a pesquisa continua.

Assim, Quedas do Iguaçu não poderia ficar de fora. “Quedas do Iguaçu foi representada no futebol profissional pela Sociedade Esportiva Giacomar na segunda divisão do Paranaense, na década de 1980, mas também já teve uma liga amadora com muitas equipes filiadas”. Das equipes de Quedas, ele possui estudos e informações completas
da equipe da Fundação Giacomar. A mesma ainda está em atividades hoje com a categoria de base formando atletas e pessoas de bem na comunidade com uma escolinha de futebol envolvendo futebol de campo e futsal e representando a região do sudoeste do Paraná, Em seu trabalho procura por informações básicas de cada equipe, como escudo, data de fundação e fotos. “Minha pesquisa é pessoal, movida pela paixão ao futebol e à história de cada equipe, e a colaboração das pessoas de cada cidade é essencial”, esclarece. “Em Quedas do Iguaçu, além da Fundação Giacomar, que já possuo escudos e informações básicas, procuro por detalhes de outras equipes que existiram na cidade, tais como, club união, Comercial, Industrial, Joinville, Cruzeiro do centro, Cruzeiro da linha Nova Itália, AABB, Serramalte, Guarani do Alto Alegre, Cattani, Estrela da linha Estrela, Canarinho, XV de Novembro, Pinheirão, Dois pinheiros, Palmeiras de Novo Horizonte, 21 de Setembro, Universal, Pagoda, Ouro Verde, Operário, entre outras”, saliente o pesquisador. Rodrigo explica que tinha a intenção de produzir um livro a respeito, contudo o material ficou extenso e hoje idealiza um site para a divulgação e para que os torcedores tenham acesso às informações. “Não faço isso por mim, faço para preservar a memória das equipes e do futebol de nosso Estado”. Quem possuir fotos ou informações de
equipes de futebol de nossa cidade pode entrar em contato com o pesquisador através do e-
mail rodrigooliveira.198208@gmail.com ou pelo whatsapp (43) 984288784. “Toda informação
será bem-vinda. Seja uma foto do time, seja uma foto da camisa ou do escudo do time”.