Tureta toma posse para mais 5 anos no Sindicato dos Trabalhadores

Tureta prometeu aos associados a volta da Festa do Colono evento há muito não realizado no município.

0
9132

Um dos sindicatos mais tradicionais do estado, criado em 1982, tendo conquistado a Carta Sindical em 1984, e sempre no comando de um mesmo homem. José Tureta assumiu na manhã desta sexta-feira, 4, mais um mandato do Sindicato dos Trabalhadores (as) Rurais. Para saber ao certo quantos mandatos Tureta assumiu só com uma pesquisa profunda, já que no início eram três anos depois passou para os atuais cinco de legislatura, o fato é que até 2023, Ele estará comandado a instituição, formando assim 41 anos como presidente.

A cerimônia de posse foi simples, com presença da maioria dos componentes da nova diretoria, eleita por aclamação, com as presenças da prefeita Marlene Revers, do presidente da câmara, Eleandro da Silva, e vereadores Bruno Motta e Renato Tureta, este vice presidente da chapa, ainda o secretário de agricultura, Ladislau Stachelski e associados. A prefeita Marlene foi a primeira a falar, Ela  lembrou das dificuldades dos agricultores dizendo ser “um trabalho árduo”. “Debaixo de sol ou chuva, todos os dias o agricultor tem seus compromissos nas suas propriedades, nem sempre conquistando o lucro desejado”, se referindo a seca que assola hoje nossa agricultura. “Os tempos iniciais desta instituição também foram árduos e que na época do ex-prefeito Vitório houve uma colaboração da prefeitura para a construção da nova sede, antes disso era uma casinha de madeira”. O presidente Eleandro colocou a Câmara Municipal também “a disposição” segundo Ele, “para que esta instituição desenvolva e traga frutos bons para nossos agricultores”. Motta, agradeceu o convite e parabenizou a família Tureta, por estar ou no sindicato ou na Câmara, “é muito importante que toda a comunidade tenha esse envolvimento, ainda mais nessa área, a agricultura, onde escoa a produção, se colocando como vereador a disposição da agricultura, desejando um mandato de maestria a Tureta”. O secretário Ladislau também reclamou da seca falando sobre as dificuldades vividas hoje na agricultura, principalmente o pequeno produtor. “Os sindicalista são pessoas que estão trabalhando mesmo sem aparecer para defender os interesses dos produtores”. Em seu discurso de posse Tureta, apresentou um por um os nomes da nova diretoria, “jamais eu esqueço dos companheiros que foram fiéis”. O presidente falou sobre o número de associados, segundo Ele passando de cinco mil, e reclamou de nem todos estarem em dia com o sindicato. “Quando se precisa de Adap, é a carta do financiamento aí eles vem aqui, negociou com o sindicato, no outro dia já estão com as notas e o mesmo acontece quando as pessoas desejam se aposentar, um mês antes tá aqui pra negociar com o sindicato”, contou. “Então como iremos fechar uma previsão orçamentária, nunca conseguimos fazer isso, por essa razão”. Complementou “se está ruim pro sindicato, então imagina pra aquele que paga”.

 

Para finalizar Tureta prometeu até o fim de seu mandato fazer a Festa do Colono. “Vamos voltar a reunir nossos produtores rurais”. Para finalizar desejou a prefeita Marlene “força e coragem para enfrentar todas as dificuldades que vem por aí”.