ARTIGO AFIRMA: OS TUCANOS GRASNAM, MAS RICHA JÁ ESCOLHEU

0
3940
Rossoni esteve recentemente em Boa Vista da Aparecida num encontro estratégico que reuniu autoridades de toda região, atitude considerada estratégica visando as próximas eleições. Na foto vereadores de Espigão com o prefeito de Boa Vista, prefeito Hilário, Presidente da Câmara de Espigão Odélcio Cecatto, ainda aparece (camisa rosa) vice espigoense Vanderlei Rohden com o deputado Valdir

OS TUCANOS GRASNAM, MAS RICHA JÁ ESCOLHEU

Beto Richa: já decidiu apoio (Foto: Sergio Lima/Folhapress)

Beto Richa: já decidiu apoio (Foto: Sergio Lima/Folhapress)

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, cumpriu o seu papel. Na terça-feira (2), em evento oficial realizado em Curitiba, deu como certa uma aliança do PP com o PSDB nas eleições de outubro. No cenário pintado por Barros, o governador tucano Beto Richa disputaria o Senado enquanto a vice-governadora Cida Borghetti, que deve assumir o Palácio Iguaçu em abril, concorreria ao governo do estado.

PANELEIROS

Tucanos como Valdir Rossoni (Casa Civil) e Ademar Traiano (presidente da Assembleia Legislativa) batucaram as panelas. Dizem que nada está fechado, mas está. Dizem que não há negociações, mas há.

RICHA DECOLOU

Valdir Rossoni, que um dia acreditou em Collor e se afiliou ao PRN, o que demonstra o quanto suas crenças são duvidosas, disse que “Richa está propenso a permanecer no governo. Até porque ele é engenheiro, gosta de obras e vai viver este bom momento do Paraná”.

ARGUMENTO POBRE

Rossoni não é propriamente uma sumidade em argumentos e Richa é engenheiro, mas nunca exerceu a profissão. Foi político desde que tentou a vereança em Curitiba, nos idos de 80, e saiu derrotado. Para depois decolar como deputado estadual, prefeito e governador.

Ricardo Barros: articulador, sempre; Cida Borghetti: sem problemas; Valdir Rossoni: esperneando; Ademar Traiano: no mesmo coro

Ricardo Barros: articulador, sempre; Cida Borghetti: sem problemas; Valdir Rossoni: esperneando; Ademar Traiano: no mesmo coro

FIEL DA BALANÇA

Ricardo Barros fez o seu papel. Até porque é o que lhe cabe. Quanto a Cida Borghetti já anunciou a sua pré-candidatura assumindo ou não o governo do Paraná e Beto Richa é o grande eleitor do Paraná.

Para onde pender Richa, penderá o tucanato paranaense.

SORUMBÁTICOS E MACAMBÚZIOS

Ainda mais há a questão do PSDB nacional, que se lançar Geraldo Alckmin à presidência, precisará contar com duas frentes no estado: uma no governo e outra no palanque. Dificilmente, Richa irá se apoiar na candidatura de Ratinho Jr. para conseguir conquistar os votos para o Senado e ainda alavancar o candidato de seu partido à presidência.

MAIS À ESQUERDA

Quanto a Osmar Dias, ora ele mesmo anda fazendo discursos que dizem mais à esquerda, supondo que pode atrair fatia de tucanos hoje sorumbáticos e macambúzios. Os mais fortes candidatos ao governo do Paraná, portanto, parecem óbvios: Cida Borghetti (PP), Ratinho Jr. (PSD) e Osmar Dias (PDT).

Os tucanos Rossoni e Traiano podem grasnar (na verdade, eles chalram), mas não apitam. Richa já fez sua escolha