ProntoVet

Detran alerta para golpes em redes sociais

O Departamento de Trânsito do Paraná (Detran) alerta para golpes que oferecem facilidades em regularizar ou conquistar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Anúncios em redes sociais prometem retirar pontuação, eliminar processos de suspensão ou cassação do direito de dirigir, além de venda de CNH falsa pela internet.

O golpe consiste na oferta de burlar etapas do procedimento administrativo do Detran, pedindo dinheiro antecipado para realização dos supostos serviços. Os estelionatários usam até nomes e fotos de servidores do órgão na tentativa de ganhar a credibilidade das vítimas.

Eles usam redes sociais e grupos de compra e venda de produtos usados. Todo o contato é pela internet, nunca marcam encontros presenciais e pedem dinheiro antecipado. Os pagamentos são por depósito bancário ou boleto e o golpe chega a custar até R$ 4 mil, de acordo com denúncias recebidas”, explica o diretor-geral do Detran, Marcos Traad.


“O Departamento investe continuamente em tecnologia e segurança. O controle dos documentos e procedimentos é rígido, dentro e fora da instituição. Usamos o que há de mais moderno em sistemas de informação, verificação biométrica e fotos para evitar qualquer tipo de fraude”, garante.

PERIGO: Além de perder dinheiro com facilidades que não existem, quem cai no golpe é usado para obtenção de empréstimos e compras de bens. Os golpistas pedem o envio de números de documentos, assinaturas e até as digitais do candidato. Ao fornecer essas informações o usuário dá margem para outros golpes, além do aplicado para a CNH.

Os criminosos usam os dados da vítima em empresas de concessão de crédito e chegam a comprar carros e motos, que logo são transferidos para terceiros, deixando apenas dívidas em nome da pessoa lesada”, conta o assessor militar do Detran, major Fernando Klemps.


DENÚNCIAS – Qualquer denúncia envolvendo comercialização de Carteira Nacional de Habilitação, ou de facilidades ilegais em processos da autarquia, pode ser feita ao Detran, através da ouvidoria. O serviço está disponível no sitewww.detran.pr.gov.br e o órgão encaminha todas as denúncias recebidas às autoridades competentes.


Também é possível denunciar diretamente à Polícia Civil. Em Curitiba, o cidadão pode procurar a Delegacia do Estelionato e Desvio de Cargas, na Rua Professora Antônia Reginato Vianna, 1177, bairro Capão Imbuia, em Curitiba. O telefone é (41) 3261-6600.


Para casos envolvendo crimes praticados exclusivamente pela internet, a denúncia deve ser feita no Núcleo de Combate aos Cibercrimes, na Rua José Loureiro, 376, no Centro, em Curitiba. O telefone de contato é (41) 3323-9448.

No interior, qualquer delegacia de polícia está apta a receber este tipo de denúncia. 

- Advertisment -

Últimas Notícias

Empresário Rodrigo Guzzo posta vídeo falando de sua luta contra Covid

O grupo de diretores da Associação Comercial Empresarial (Aciqi) de Quedas do Iguaçu (centro-sul paranaense) visitou diversas empresas na manhã desta terça-feira,...

Covid-19: Médico está afastado, UBSs com atendimento limitado e o crescente números de ativos

Os números da Pandemia desencadeada pela disseminação do novo coronavírus voltaram a passar dos 50 pacientes ativos...

Reunião decidiu que Comércio quedense continuará atendendo normalmente

Na manhã desta segunda-feira, 1ⁿ de março, o presidente da Associação Comercial de Quedas do Iguaçu (ACIQI), José Carlos Marcon, se reuniu...

Comentários Recentes