ProntoVet

Na luta contra o câncer de mama, o “outubro Rosa” deve ser o ano inteiro

Neste mês, celebramos o outubro Rosa, uma campanha que visa conscientizar as pessoas sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama. Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), esse é o tipo mais comum de câncer entre as mulheres no Brasil e no mundo, atrás apenas do de pele não melanoma, respondendo anualmente por cerca de 28% dos novos casos da doença.

Durante a campanha, é comum ressaltar-se a importância do autoexame. Mas, será que apenas isso é o suficiente? Para o médico Dr. Mohamad Barakat, do Instituto Dr. Barakat de Medicina Integrativa, a prevenção é, sim, o melhor remédio, mas vai muito além do autoexame. É uma ressignificação no estilo de vida. “De nada adianta apenas ter a consciência de fazer o autoexame, mas se encher de alimentos nocivos e manter hábitos que podem desencadear problemas graves de saúde. É preciso trabalhar principalmente na prevenção.  Além de cultivar uma alimentação baseada em comida de verdade, de manter hábitos de vida saudáveis”

 O câncer é considerado uma doença multifatorial. Ou seja, seu surgimento pode se dar por fatores vários, podendo ser desencadeados por hábitos de vida que são evitáveis até por hereditariedade/genética.

 Viver estressado, má alimentação, excesso de peso, tabagismo e ingestão de álcool; bem como exposição a radiações ionizantes, são algumas das atitudes que podem acordar doenças que estão em nosso código genético, criando o “ambiente ideal” que uma célula cancerosa necessita para crescer, se multiplicar e se disseminar.

 Além disso, Barakat ainda ressalta a importância dos cuidados com a saúde mental, tanto na prevenção quanto no tratamento de um câncer: “ao buscarmos o equilíbrio corpo, mente e espírito, estamos contribuindo com o fortalecimento do organismo e do sistema imune. E assim como as emoções podem impactar no surgimento de doenças, da mesma forma elas exercem influência sobre quem está passando por um tratamento contra o câncer”

Importante também destacar-se que tendemos a ligar automaticamente o câncer de mama à mulher. Porém, embora seja o mais comum, o câncer de mama também acomete homens. “Daí a necessidade de que, na luta contra o câncer de mama e demais patologias, a sociedade como um todo mantenha hábitos saudáveis e acompanhamento médico”, finaliza Dr. Barakat.

- Advertisment -

Últimas Notícias

Bloco do produtor começa a ser entregue a futuros assentados

Com as presenças do prefeito Elcio Da Luz e vice-prefeita Edith Maier, dos Secretários da Agricultura, Alcindo...

Prefeito assina projeto de construção da estrada rural da integração

A estrada liga Quedas do Iguaçu a Rio Bonito do Iguaçu numa extensão ver 16,5 kmO prefeito Élcio...

Representante da OPAS realiza palestra técnica para monitoramento de pacientes com Covid

Vacinação para população em geral acima de 45 anos continua nesta segunda-feira,14, no Posto Central Caetano Munhoz de Quedas do Iguaçu (centro-sul...

Covid-19: Boletim epidemiológico Quedas do Iguaçu (11/06/2021)

Hoje a nossa homenagem é para o doutor Valdomiro Vodonós, vítima da Covid-19 em 07/01/2021 Todos os dias desta semana lembramos vítimas...

Comentários Recentes