ProntoVet

Segundo regulamento da Bronze somente duas equipes sobem pra Prata

A notícia surpreendeu dirigentes que participam da fase mata mata da Chave Bronze, segundo informações no arbitral foi acertado que quatro subiam pra Prata 2018.

Uma notícia pegou todos os dirigentes e jogadores envolvidos no Campeonato Paranaense Série Bronze 2017, de surpresa na tarde desta quarta-feira, 11. Ao analisar o regulamento da competição, um dos integrantes do Novo Quedas Futsal encontrou no artigo 23, o que menos esperava. “Somente o campeão e o vice garantem vaga na Chave Prata de 2018”, e não os quatro primeiros da competição como durante todo o ano foi falado e divulgado.

O fato chamou a atenção de todas as equipes participantes das quartas de final, e colocou em dúvida o que havia sido acertado no congresso técnico realizado antes do campeonato começar.

“No arbitral no início do ano foi votado e decidido por quatro vagas e não sei se não foi percebido ou ratificado o que estava escrito no regulamento”, declarou o diretor da equipe Diego Machado. Segundo Ele “há esperança de se voltar atrás no que está escrito, mas, ninguém ainda deu qualquer posicionamento sobre a situação”.

O time quedense joga no próximo dia 28, no ginásio Tarumã por uma das vagas a semifinais. Caso passe por Siqueira Campos, existe grande possibilidade de Quedas enfrentar Maringá, time o qual os quedenses empataram duas vezes no campeonato.

- Advertisment -

Últimas Notícias

BASF lança plataforma online exclusiva para a indústria pet

A BASF irá lançar a plataforma Pet Care, que reúne soluções voltadas para fabricantes de produtos de higiene e cuidados com o...

Caixa creditou nesta segunda, 21, Saque Emergencial do FGTS para nascidos em dezembro

 CAIXA realiza, nesta segunda-feira (21/09), os créditos automáticos do Saque Emergencial do Fundo de Garantia do Tempo e Serviço (FGTS) para os...

Novos prefeitos precisarão acelerar o saneamento

Na foto (arquivo) a visita em 2016 do diretor da Sanepar Nei Caldas ao sistema de esgoto de Quedas do Iguaçu.

Comentários Recentes