Amigos na rede

“Essa nova realidade exige que a gente se conecte a outras pessoas”, coloca a psicóloga. No entanto, a especialista alerta que não se deve transferir ou substituir a vida real pela virtual.

0
6527
Amizades virtuais são cada vez mais comum entre idosos

Com as redes sociais, ficou mais fácil conhecer pessoas e fazer novos amigos, não é mesmo? Segundo a psicóloga Viviane Lajter Segal, especializada em casal, família e idosos, do Rio de Janeiro, o mundo virtual estimula esse tipo de interação, diminui distâncias e gera oportunidades de encontros. “Essa nova realidade exige que a gente se conecte a outras pessoas”, coloca a psicóloga. No entanto, a especialista alerta que não se deve transferir ou substituir a vida real pela virtual. “É preciso ter cuidado para não se isolar, pois isso pode trazer ainda mais solidão”, alerta Viviane. Para ela, é interessante que uma amizade originada na internet seja levada para a vida real. Dessa maneira, conseguimos nos beneficiar, de fato, das inúmeras possibilidades de encontro que a web nos proporciona.

Se isso está claro para você, então é hora de se conectar a novas pessoas para ampliar seu círculo de amizades. A seguir confira algumas dicas para criar laços diferentes e, quem sabe, até começar um novo relacionamento.

Busque pessoas com interesses parecidos

Entre em comunidades focadas em assuntos de seu interesse e acompanhe quem participa delas. “É mais fácil começar uma conversa com quem você tem afinidade”, fala Viviane. A psicóloga, coach e co-autora do livro Relacionamento Virtual – Limite Entre o Uso e o Abuso (Ed. Kelps), Nazareth Ribeiro, aconselha participar de grupos privados: “Eles são um pouco mais seguros do que os públicos, nos quais qualquer pessoa pode entrar”, explica. “Também é interessante procurar alguém que seja amigo de um conhecido, por exemplo”, coloca a psicóloga Viviane. Aliás, contar sobre esse “conhecido em comum” já pode ser o primeiro assunto entre vocês.

Crie um grupo de seu interesse

Você também pode criar sua própria comunidade e convidar seus amigos para fazerem parte dela. Divulgue para outros usuários nos sites em que frequenta para atrair mais seguidores. Apenas evite assuntos polêmicos. Além de causar desconforto, as pessoas podem desistir de fazerem parte dela. Também tome cuidado com seu posicionamento sobre um determinado tema. Para facilitar, evite entrar em discussões e não faça ataques a ninguém.

Fale sobre você

Quando entrar em uma comunidade, apresente-se. Fale seu nome, qual sua cidade ou estado, a sua idade e conte por que está ali. “Não se deve falar inicialmente de problemas ou coisas ruins. O outro não quer ouvir reclamações logo de cara”, orienta Nazareth.

Provavelmente, as pessoas que se identificarem com o seu perfil vão fazer comentários ou puxar conversa, até mesmo se algumas delas tiverem proximidade com a sua cidade. “Morar próximo é importante até para que essa amizade se torne concreta”, comenta Viviane.

Nazareth faz um alerta para evitar expor demais a vida pessoal com fotos. “É preciso ter segurança. Primeiro deve-se conhecer a pessoa para depois manter uma conversa mais próxima”, fala a coach.

Seja claro e educado na escrita

Escreva da forma como você fala. Evite palavras rebuscadas, que dificultem a leitura, abreviações, isso cansa e pode dar a impressão de que você é preguiçoso, e procure escrever sem erros. Também não misture letras maiúsculas e minúsculas o tempo todo. As letras escritas com o “caps lock” sempre trazem a ideia de você estar exaltado ou gritando e pode parecer que você quer chamar atenção.

Mostre interesse pelas pessoas

© Fornecido por Oficina de Conteúdo

Faça perguntas para que a pessoa se abra. Mas atenção: precisam ser questões pertinentes e que não deixe ninguém constrangido. Seja atencioso e um bom ouvinte e também fique aberto a responder perguntas.

Seja presente

Se a amizade se constituir, procure manter esse relacionamento no dia a dia, comentando o post do seu amigo e as mensagens que ele possa lhe mandar. Demorar para responder pode demonstrar falta de interesse. Dependendo do assunto do seu post, você também pode marcá-lo. “Estar presente, com curtidas e comentários, é uma maneira de sempre ser lembrado e incentivar seu amigo a conversar com você”, diz a psicóloga.

Traga a amizade para a vida real

Depois de um tempo de conversas pela rede, troquem e-mails, telefones e até mesmo marquem algo para fazerem juntos. “É interessante primeiro conversar com a pessoa para conhecer a voz, sentir como ela fala e também conhecer um pouco mais do seu histórico”, aconselha Viviane. O encontro pode acontecer em um lugar público, como shopping ou restaurante e até mesmo em grupos para que ambos se sintam seguros.

Fuja das armadilhas

Fique atento a algumas dicas de segurança para não cair em golpes nas redes sociais.

• Jamais passe seu endereço a uma pessoa que acabou de conhecer na rede social. Também não coloque seu celular público, mesmo em grupos do Facebook. Nunca se sabe quem está por lá.

• Não entregue sua rotina na rede e avalie as fotos que você posta. Assim como existe gente de bem, as redes sociais também têm pessoas com outros interesses.

• Siga sua intuição. A pessoa do outro lado pode estar se passando por outra pessoa e não ter boas intenções. Por isso, caso perceba algo estranho, avalie se deve continuar a conversa.

• Nunca divulgue sua faixa salarial, nem transfira dinheiro ou passe seus dados bancários a alguém que você conheceu na internet. O mesmo cuidado você deve ter com os seus documentos (RG, CPF, passaporte).